quinta-feira, 10 de julho de 2014

Ufa, que me sentei!!

O filho finalmente está bom e livre da medicação, por isso... Hoje foi novamente ao treino de futebol. Antes disso tive a reunião de fim de ano na escolinha dele e ainda antes tive de ir a correr comprar um carregador para o meu pc, já que o original resolveu desfalecer de manhã e não voltou a dar sinal. Pelo meio, passei no sapateiro para ir buscar umas botas que tinha deixado a arranjar, fui ao super comprar fruta e na volta ainda parei na bomba para meter GPL. Tudo isto debaixo de um calor abrasador (e não me estou a queixar do calor, venha ele que eu não me importo! Preferia era aproveitá-lo na praia ou no meu quintal!).

Depois de chegar a casa foi hora de duche ao filho, aquecer e servir jantar, arrumar a cozinha... E finalmente sentei-me. Até daqui a uns 10 minutinhos, altura em que me vou levantar outra vez para brincar um bocadinho com o caçula, ler-lhe uma história e deitá-lo... Acho que é hoje que adormeço a ler-lhe a história!

Mas falando da avaliação do filhote, está de PARABÉNS!! Foi o primeiro ano que frequentou a escolinha e antes esteve sempre em casa comigo, não teve amas nem infantário nem nada do género. Teve uma avaliação óptima em todas as áreas, evoluiu imenso e a Educadora até disse que o podia ter matriculado para entrar agora em Setembro para o 1º ano; fiquei muito contente!

Mas para entrar este ano nunca o matricularia... Ele só faz os 6 anos a 9 de Janeiro, logo teria de fazer uma bateria de prontidão escolar e seria sempre condicional; além disso, não lhe faz mal nenhum mais um ano de pré-escolar, até porque o desenvolvimento emocional também é importante e não acho que ele esteja preparado para enfrentar uma sala de aulas a "sério"!

3 comentários:

  1. Parabéns!
    Eu também acho que não faz mal nenhum aos miúdos ficarem um bocadinho mais velhinhos para entrarem na escola, muitas vezes isso só é bom na cabeça dos pais, o desenvolvimento emocional da criança conta muito.

    ResponderEliminar